Comissão acaba com voto secreto para eleger Mesa do Senado

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou o projeto
de resolução que acaba com o voto secreto para a eleição da Mesa
Diretora da Casa. A medida altera o Regimento Interno do Senado e segue
para a comissão que trata especificamente do assunto. Pelo novo texto, a
eleição dos membros da Mesa, que inclui o presidente do Senado, será
feita em votação pública e aberta, mas fica mantida a exigência da
maioria de votos, presente a maioria dos senadores em plenário.

A mudança também atinge a eleição de presidentes e vice-presidentes das
comissões permanentes, que hoje são feitas por meio de voto secreto.
Após a votação pela Comissão Especial, a matéria segue para apreciação
pelo plenário do Senado e, em seguida, para a Câmara. Ao final da
tramitação, o presidente do Senado promulga a matéria. Na semana
passada, a CCJ do Senado já havia aprovado uma proposta de emenda ?
Constituição (PEC) que exclui o voto secreto em caso de perda de
mandato.

Compartilhe