Câmara de Salvador encaminha demandas do Passe Livre ao prefeito e ao governador

Atender ao que prevê a Lei Orgânica do Município (LOM) e dar encaminhamento ? s demandas apresentadas pela população, através dos integrantes do Movimento Passe Livre de Salvador (MPL) durante audiência pública realizada na última quinta-feira (11), no Centro de Cultura da Câmara. Este é o principal objetivo de que tratam os ofícios, datados de 15 de julho, encaminhados pela Câmara Municipal de Salvador ao prefeito de Salvador, ACM Neto, e ao governador Jaques Wagner.

Os ofícios são assinados pelo presidente da Casa, vereador Paulo Câmara (PSDB), e pelos demais componentes da Mesa Diretora. Os documentos apontam as principais reivindicações dos manifestantes, sobretudo, a sugestão para a criação de um Fórum Permanente de Discussão para tratar das demandas a seguir:

1. Passe livre nos ônibus para todos os estudantes, inclusive estudantes de curso pré-vestibular;

2. Ampliação e renovação da frota, com a introdução de veículos de piso baixo, visando a garantir maior acessibilidade a pessoas com necessidades especiais;

3. Ônibus com circulação 24 horas;

4. Criação do Bilhete Único;

5. Ampliação do programa ?Domingo é Meia? para os feriados e inclusão dos usuários do Salvador Card no programa;

6. Construção de novas estações de ônibus e imediata reforma e integração de todas as estações já existentes, com garantia de acessibilidade a pessoas com necessidades especiais;

7. Abertura da planilha do SETPS (Sindicato das Empresas de Transporte Público de Salvador), com a revisão dos custos e contratos pelos órgãos competentes;

8. Início de operação e ampliação das linhas do metrô;

9. Execução do projeto ?Cidade Bicicleta? ? ampliando a malha cicloviária de Salvador e região metropolitana para 217 quilômetros;

10. Ampliação e reforma das calçadas, com garantia de acessibilidade a pessoas com dificuldades de locomoção e necessidades especiais.

Compartilhe