Renan Calheiros supera José Sarney no uso de jatos da FAB

A cúpula do Congresso Nacional fez 91 viagens nos primeiros seis meses
deste ano com aviões da FAB (Força Aérea Brasileira), média de um voo a
cada dois dias.

Segundo dados da Aeronáutica obtidos pela Folha, quase um terço do total
das viagens foi feito em junho, mês marcado por manifestações em todo o
país.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), solicitou 27 voos
desde que assumiu, em fevereiro, até junho. Além de Alagoas, seu reduto
político, foi ao Rio, São Paulo, Ceará e Bahia. O antecessor de Renan,
José Sarney (PMDB-AP), voou 18 vezes no mesmo período de 2012.

A Presidência da Câmara solicitou 61 voos até junho –47 pedidos pelo
presidente, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), que teve Natal como um dos
principais destinos. Nove pedidos partiram do deputado André Vargas
(PT-PR), que substituiu Alves em ao menos três ocasiões.

As outras cinco viagens foram feitas em janeiro pelo então presidente da
Casa, Marco Maia (PT-RS), que voou 60 vezes de fevereiro a junho do ano
passado.

Decreto em vigor estabelece que as autoridades só podem usar as
aeronaves oficiais em casos de segurança e emergência médica, viagens a
serviço ou deslocamentos para seus locais de residência permanente.

Compartilhe