Representando Dilma, Temer vai ? posse de Correa no Equador

O vice-presidente da República, Michel Temer, representará o Brasil
na cerimônia de posse do terceiro mandato do presidente do Equador,
Rafael Correa, amanhã (24) em Quito. Temer estará interinamente no poder
enquanto a presidenta Dilma Rousseff viaja para a Etiópia (África),
onde participa das comemorações dos 50 anos da União Africana.

A solenidade de posse de Correa vai reunir pelo menos 14 chefes de
Estado. Confirmaram presença os presidente Mahmoud Ahmadinejad (Irã),
Nicolás Maduro (Venezuela), Laura Chinchilla (Costa Rica), Ollanta
Humala (Peru) e Porfirio Lobo (Honduras).

Reeleito há três meses, Correa ficará no poderá até 2017, quando
completa uma década no governo. O novo vice-presidente é Jorge Glas.
Correa venceu o ex-banqueiro Guillermo Lasso. Para a campanha, ele se
licenciou do cargo.

Ontem (22), Correa anunciou que o ano de 2014 será o de maior volume
de investimentos públicos em comparação aos períodos anteriores. Em
relação a 2013, ele disse que será ?um ano fiscal duro?.

Após tomar posse do novo mandato amanhã, o presidente terá prazo de
90 dias para apresentar nova proposta orçamentária. De acordo com ele, o
projeto está ?praticamente pronto?. Segundo o presidente, os
investimentos públicos chegarão a 13% ou 14% do Produto Interno Bruto
(PIB), os maiores do seu governo.

Na proposta elaborada por Correa, há previsão de construção de oito
hidrelétricas que entrarão em  funcionamento em 2016. Também há
estimativa de importação de mais volume de combustíveis e de retomada
das refinarias. Segundo o presidente, estão em seus planos concluir a
construção de 88 escolas com ?tecnologia de ponta e infraestrutura
inovadora?.Correa pretende ainda inaugurar 250 jardins de infância.

Ele citou também, entre os destaques de seu governo, a retomada da
Refinaria de Esmeraldas e mais investimentos em projetos como a
Refinaria de Coca Codo Sinclair. Segundo o presidente, a expectativa é
ampliar as atividades petroleiras no país.

Compartilhe