Polêmica no Vaticano: Igreja nega que Papa tenha exorcizado criança

O Vaticano emitiu um comunicado nesta terça-feira negando uma
polêmica levantada por um canal de TV de bispos italianos. Segundo o
porta-voz Federico Lombardi, o Papa Francisco não realizou um ritual de
exorcismo em uma criança, como a emissora afirma.

“O Santo Padre não realizou um exorcismo, mas, como faz
frequentemente com as pessoas doentes e que sofrem, rezou por uma pessoa
que sofre que foi apresentada a ele”, disse o porta-voz.

O canal “TV2000” exibiu imagens do pontífice rezando intensamente com
as mãos sobre a cabeça de uma criança doente na Praça de São Pedro no
domingo, após a missa de Pentecostes. Diante do ato do Papa, o menino
abre a boca. A emissora consultou exorcistas para analisarem as imagens e
eles afirmaram se tratar de “uma prece de libertação do demônio ou um
autêntico exorcismo”.

Compartilhe