Edvaldo Brito propõe mudança no regimento interno da Câmara

O vereador Edvaldo Brito (PTB), responsável pela proposta de reforma no
regimento interno da Câmara Municipal de Salvador, solicitará alteração
que dificulte o fim de sessões ordinárias por falta de quórum.

No entendimento de Edvaldo Brito, a verificação de presença deve ter
relevância quando a sessão for deliberativa, assim como ocorre no
Congresso.

?O modelo de sugestão será o da Câmara dos Deputados. Somente as sessões
que são deliberativas não ocorrem por falta de quórum. O vereador
ausente do plenário deve estar em alguma atividade no sistema
legislativo. Ao contrário de derrubar a sessão, se faz a notificação de
que a mesma será deliberativa e os vereadores ausentes são chamados
novamente. Caso na segunda verificação não for confirmada presença, há
um corte proporcional no ordenado do ausente?, explicou.

Compartilhe