Apartamento de sogra era ponto de tráfico no bairro do Imbuí

O desempregado Adriano Lenine Fonseca Coelho, de 35 anos, que dividia o tempo ocioso entre a prática de natação e a venda de drogas, foi preso, na sexta-feira (10), por investigadores do Departamento de Narcóticos (Denarc), depois de transformar o apartamento da sogra, no Imbuí, em ponto de tráfico. Num armário de madeira, em um dos cômodos, havia aproximadamente 20 gramas de cocaína, três tabletes de maconha pesando 300 gramas, sementes da droga e uma balança de precisão.

Também foram apreendidos no imóvel, ocupado por Adriano e sua companheira, de prenome Priscila, três aparelhos celulares, entre os quais um blackberry e um iphone, dois notebooks, uma faca e a quantia de R$ 550. O traficante admitiu ter gasto R$ 750 na compra das drogas, cujo fornecedor, o Denarc busca identificar e prender. Depois de interrogada, Priscila foi liberada.

A atividade criminosa de Adriano chegou ao conhecimento do Denarc por meio de denúncia anônima. Os investigadores o abordaram dentro de um veículo Fiat Punto, de cor prata, na tarde de sexta-feira (10), na região do Imbui. Autuado em flagrante por tráfico de drogas, ele está custodiado no Complexo Policial dos Barris.

Compartilhe