?Flanelinha não é bandido?, afirma o vereador Toinho Carolino

O vereador Toinho Carolino (PTN) apresentou no dia 30 de abril, o Projeto de Lei nº. 327/2013 que propõe disciplinar a atividade dos guardadores de veículos conhecidos popularmente como ?flanelinhas?.

Segundo o vereador Toinho Carolino ?a população, os vereadores e a prefeitura desconhecem que há 38 anos a atividade de guardador e lavador de veículos é assegurada pela Lei Federal nº 6.242 de 23 de setembro de 1975, sancionada a época pelo então Presidente da República General Ernesto Geisel, garantindo inclusive o registro profissional em carteira, validado pela Delegacia Regional do Trabalho e não há razões para criminalizar os guardadores, o que se precisa é organizar e disciplinar a atividade?.

O vereador afirma que o Projeto de Lei nº. 327/2013 busca não inviabilizar e nem criminalizar o exercício da atividade e para isso apresenta uma série de requisitos destinados a torná-la legal e segura para os cidadãos que usam o serviço dos guardadores.

Toinho Carolino enfatiza que se os guardadores de veículos causam insegurança aos cidadãos que precisam utilizar as vias públicas, com abordagem acintosa e muitas vezes até violenta esses fatos devem-se a inexistência de uma regulamentação e fiscalização da atividade.

?Flanelinha não é bandido, sobrevivem, complementam sua renda e até sustentam famílias a partir desta atividade, que por incompetência do poder público há 38 anos não é regulamentada. Muitos fazem seu trabalho de maneira zelosa e respeitosa. É uma fonte de geração de emprego e renda. Vamos deixar os bons profissionais trabalhar e banir os maus e aproveitadores?, conclui o vereador Toinho Carolino.

Compartilhe