MEC vai investir em programa de apoio acadêmico para estudantes pobres

O Ministério da Educação (MEC) vai investir em programa de apoio
acadêmico para estudantes ?vulneráveis socioeconomicamente?. O programa,
de acordo com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, será
anunciado nas próximas semanas.

Durante o lançamento do Programa Nacional Programa Nacional de Bolsa
Permanência, hoje (9), Mercadante adiantou que “além da Bolsa
Permanência, haverá apoio pedagógico. Precisaremos de tutores para
alunos que vêm de escolas públicas com algum tipo de deficiência.
Teremos o programa de tutoria para dar reforço pedagógico”, disse.

Segundo o secretário de Educação Superior do MEC, Paulo Speller, o
programa é feito de forma semelhante em alguns institutos de ensino
superior e passará a ter caráter nacional. A pasta vai destinar recursos
para as universidades para que invistam em apoio acadêmico, “O apoio
acadêmico será para estudantes vulneráveis socioeconomicamente que
trazem dificuldades acadêmicas. Teremos recursos para as universidades,
agora em caráter nacional”

De acordo com Speller, o programa vai “reforçar o programa de apoio econômico [Bolsa Permanência] por meio da universidade”.

Compartilhe