Em Bangladesh, chega a 782 o número de mortos em desabamento de prédio

O porta-voz do Exército de Bangladesh, tenente Mir Rabbi, informou
hoje (8) que são  782 mortos vítimas do desabamento do prédio comercial,
na periferia de Dacca, capital do país. No edifício, funcionavam cinco
fábricas de roupas e tecidos, um supermercado e um banco. A estimativa é
que mais de 3 mil pessoas estavam no local no momento do acidente. As
autoridades de Bangladesh disseram que vão indenizar os sobreviventes.

De acordo com as autoridades, não é possível informar quantos corpos
permanecem sob os escombros. Mais de 2,5 mil pessoas foram resgatadas.
No último dia 24, o prédio Rana Plaza desabou. Sobreviventes e parentes
das vítimas contaram que o edifício apresentava rachaduras e que isso
foi informado aos responsáveis. Mas não houve providências.

Uma investigação preliminar indicou que as vibrações de quatro
geradores podem ter causado falhas na estrutura e levado ao desabamento.
O engenheiro responsável pelo prédio, Abdur Razzak Khan, foi preso sob a
acusação de negligência. Ele foi acusado de adicionar ilegalmente três
andares ao edifício.

No total, 11 pessoas estão presas sob acusação de responsabilidade
no acidente, inclusive os quatro donos de fábricas que funcionavam no
prédio. Trabalhadores foram ? s ruas, após o incidente, pedindo punição
para os responsáveis pela tragédia. Eles também exigiram mais segurança
no trabalho.

Compartilhe