Carlos Muniz quer saída de Bacelar da Smed

O vereador Carlos Muniz (PTN) cobrou posicionamento do presidente licenciado do seu partido, João Carlos Bacelar, que atualmente responde pela titularidade da Secretaria Municipal de Educação (Smed), para que decida sobre sua permanência ? frente do órgão.

Insatisfeito com a forma com que o Palácio Thomé de Souza tem tratado o partido, que segundo ele, “parceiro de primeira hora\” do então candidato ACM Neto (DEM), Muniz manifestou sua indignação com a “fritura\” a quem vem sendo submetido o secretário Bacelar.

“O secretário Bacelar continua responsável por cerca de 25% do orçamento municipal, mas, infelizmente, engessaram a sua atuação, e diminuíram o ritmo destacado que a educação estava tendo em nossa cidade. Pararam a educação em Salvador”, disse Muniz.

Uma reunião no próximo sábado (11) deve decidir o futuro de Bacelar na administração municipal.

Muniz disse ainda que o posicionamento da bancada do partido e de outros vereadores da bancada independente continua sendo de discutir os projetos ? exaustão, e aprová-los se forem de interesse da cidade. \”Continuamos rejeitando a ideia de que o Legislativo seja uma casa de subserviência ao Executivo. A cada dia demonstraremos nossa autonomia, e não aceitaremos imposições ou assédios de qualquer natureza. O PTN se respeita e quer respeito\”, finalizou.

Compartilhe