Berlusconi é condenado a 4 anos de prisão e multa de 10 milhões de euros

Silvio Berlusconi, ex-primeiro-ministro da Itália, foi condenado a
quatro anos de prisão nesta quarta-feira pelo crime de fraude fiscal na
compra e venda de direitos de filmes americanos por parte do grupo
Mediaset (que pertence ao político), entre 1994 e 1999. Berlusconi teria
aumentado artificialmente o preço dos direitos para sonegar dinheiro
destinado a impostos e encaminhá-lo a contas no exterior.

O ex-primeiro-ministro, que pagará multa de 10 milhões de euros, está
impedido de ocupar cargos públicos por cinco anos e de comandar
empresas privadas por três anos. A proibição começará a valer quando
houver uma decisão definitiva por parte do Tribunal Supremo, terceira e
última instância judicial italiana.

Compartilhe