Quase 1,7 milhão de lares já abriram mão do Bolsa Família

O motivo ainda é desconhecido, mas o fato é concreto: aproximadamente
1,7 milhão de famílias deixaram voluntariamente de receber o dinheiro
do programa Bolsa Família desde que o benefício foi criado, em outubro
de 2003.

A explicação para a saída das pessoas do programa por conta própria é
indefinida. O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate ? Fome não
sabe apontar quantas o fizeram por terem conseguido um emprego e
deixado de depender do valor do benefício.

Outra possibilidade é a diminuição no número de integrantes de cada
família. Isso aumentaria a renda per capita e faria com que tais grupos
familiares saíssem do teto permitido pelo programa, que é de R$ 140 por
pessoa.

No início do programa havia 13,8 milhões de lares contemplados com o
benefício, o equivalente a quase 50 milhões de indivíduos. Além das 1,7
milhões de famílias que optaram por sair, outras 483 mil pessoas foram
excluídas por terem renda acima da permitida.

Compartilhe