Baiano vence disputa e será diretor-geral da OMC

Roberto Azevêdo, diplomata brasileiro de 55 anos, nascido em Salvador, ganhou disputa contra o mexicano Hermínio Blanco e será o próximo diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), a partir de setembro. As informações são do Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty), mas o anúncio oficial será feito pela OMC, responsável por conduzir as rodadas que visam a liberalização do comércio mundial, nesta quarta-feira.

Na época em que o nome do diplomata foi lançado, uma nota foi divulgada pelo Itamaraty, afirmando que \”a candidatura brasileira representa a importância atribuída pelo país ao fortalecimento da OMC e procura contribuir para o progresso institucional da Organização e para o desenvolvimento econômico e social mundial\”.

Esta é a primeira vez que um brasileiro é escolhido para comandar a organização. Azevêdo está no Itamaraty desde 1983.

Compartilhe