Deputado britânico nega violência sexual contra jovem

O vice-presidente da Câmara dos Comuns no Parlamento britânico, Nigel
Evans, de 55 anos, negou que tenha agredido um jovem de 20 anos e
estuprado outro da mesma idade. O membro do Partido Conservador do
primeiro-ministro David Cameron foi preso no sábado e liberado ? noite
depois de pagar fiança.

Em entrevista ? imprensa, Evans declarou que as acusações são
“totalmente falsas” e disse não entender por que elas foram feitas. O
deputado aproveitou para agradecer os amigos e políticos que o apoiaram e
não acreditaram na notícia.

De acordo com a polícia, os atos de violência aconteceram entre julho
de 2009 e março de 2013. Em 2010, Evans já tinha sido centro de uma
polêmica quando assumiu que é homossexual.

Compartilhe