No Ceará, moradores protestam contra lei que dá 90 dias de férias a vereadores

Moradores de Juazeiro do Norte, no interior do Ceará, realizaram na
última quarta-feira (1º) um protesto contra a lei aprovada na Câmara
Municipal que garante férias de 90 dias aos vereadores da cidade. Com a
repercussão negativa do projeto, vereadores admitem que podem repensar
sobre a lei e “voltar atrás”.

Os manifestantes se concentraram na
Avenida Castelo Branco, no centro da cidade. De rostos pintados, os
moradores exibiam cartazes com que acusavam os parlamentares de se
colocarem contra quem os elegeu. “O povo votou em vocês para defender o
povo. Como vocês podem se colocar contra nós?”, questionou o estudante
Cícero Andrade.

Em Juazeiro do Norte, uma lei de 1990, revogada
em 2012, garantia férias de até 90 dias para os vereadores. Na semana
passada, os parlamentares restabeleceram a lei que estende as férias. O
autor do projeto, vereador Ronnas Motos (PMDB), diz que as férias de 90
dias vão pôr na prática o que o existe em lei. “Sempre foi assim, sempre
foram garantidos os 90 dias. Não aumentamos um dia, um segundo”,
afirmou.

O vereador Cláudio Luz (PT) é contra o aumento do
período de férias. “A lei orgânica é superior e explícita. Tem que ter
uma alteração ? lei orgânica e, caso os vereadores não assinem, o povo
de Juazeiro do Norte têm ? sua disposição a emenda popular”, disse o
petista.

Compartilhe