Mensalão: Valério pede novo julgamento e anulação do acórdão

Condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) como operador do
esquema do Mensalão, Marcos Valério entrou com um recurso pedindo um
novo julgamento para o caso.

O documento contém 11 embargos de declaração, que são recursos contra
condenações feitas pelo STF. Além de ser julgado de novo, outras
questões são requeridas, como a anulação do acórdão, o documento que
torna oficiais as medidas tomadas, além de questionar o fato de sua pena
não ter sido reduzida apesar de sua colabração com o Ministério
Público. Ele quer que a atual punição de 40 anos caia para menos de 15.

Representado pelo advogado Marcelo Leonardo, Valério pode ser
absolvido em alguns dos crimes pelos quais foi condenado: peculato,
corrupção ativa, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de
quadrilha.

Em um codumento de 53 páginas, o publicitário quer ser julgado na
Justiça comum. O pedido foi feito na véspera do prazo para apresentação
de recursos. Dos outros 36 réus, outros três já haviam recorrido e 12
foram considerados inocentes.

Compartilhe