Polícia prende três suspeitos de matar dentista queimada

A polícia prendeu neste sábado (27) três suspeitos de matar dentista Cinthya Magaly Moutinho de Souza, de 47 anos, em São Bernardo do Campo, no ABC. O crime aconteceu na quinta-feira (25) no consultório dela.

O trio estava em uma favela no limite entre Diadema e São Bernardo e foi preso por volta das 3h. Eles não reagiram.

Jonathan Cassiano Araújo , de 21 anos, é um dos presos. Ele foi reconhecido pela própria mãe nas imagens divulgadas pela polícia do circuito de segurança de uma loja de conveniência onde o cartão da vítima foi usado. Um menor com a mão queimada foi outro detido. O nome do terceiro suspeito não havia sido divulgado.

A mãe de Jonathan é a dona do carro usado pelo grupo suspeito do crime. A perícia procura no veículo pistas que possam ajudar na identificação de todos.

Compartilhe