Prefeitura assina recuperação do Plano Inclinado Gonçalves

Desativado há dois anos e dois meses, o Plano Inclinado Gonçalves será completamente reformado pela Prefeitura de Salvador ainda este ano. Na manhã desta sexta-feira (26), o prefeito ACM Neto, acompanhado por secretários, comerciantes e pelo deputado federal Jutahy Júnior, assinou a ordem de serviço para as obras de contenção de encostas (com revestimento vegetal e concreto), estabilização do antigo prédio do 18º Batalhão da Polícia Militar e recuperação total do Plano Inclinado. No total, serão investidos R$ 2,5 milhões nas obras, que começam na próxima segunda-feira (29), de acordo com informações do secretário Paulo Fontana (Infraestrutura. Habitação e Defesa Civil).

Em seu discurso, ACM Neto ressaltou a importância da reativação do equipamento. ?Uma cidade que recebe tantos turistas como Salvador tem de preservar a sua história. E o Plano Inclinado Gonçalves, que está encravado no centro histórico, faz parte da vida de Salvador?, disse o prefeito. Antes do fechamento, o plano transportava cerca de 10 mil pessoas por dia.

Presente ? assinatura da ordem de serviço, o presidente da Associação Brasileira de Agentes de Viagens (Abav-Bahia), Pedro Galvão, disse que a decisão da Prefeitura de devolver o Plano Inclinado Gonçalves ? população vai incrementar o turismo no centro histórico. ?Com o equipamento em funcionamento, os turistas certamente terão mais um motivo para visitar o centro histórico?.

Os comerciantes também elogiaram a iniciativa. ?As nossas vidas serão bem diferentes depois que a obra for concluída?, disse José Pires Oliveira, que trabalha em um estabelecimento que conserta relógios na Cidade Baixa. ?Desde que o plano foi interditado por falta de segurança, há pouco mais de dois anos, o movimento na loja caiu 60%. O prefeito ACM Neto deu mais uma demonstração que está mesmo cuidando da cidade?, afirmou Mário Fernandes de Souza.

O secretário José Carlos Aleluia (Urbanismo e Transporte) disse que outros ascensores de Salvador também serão recuperados. ?Temos projeto para a execução de obras em outros planos?. Ao final do seu discurso, ACM Neto disse que, até o final deste semestre, espera resolver outras duas pendências: o Plano Diretor e a orla, que estão judicializados. ?A população já percebe que estamos fazendo o que prometi durante a campanha, ou seja, fazer mais com menos. Todos sabem que a prefeitura dispõe de poucos recursos, mas as obras estão acontecendo porque tenho muita disposição e projetos para devolver a alegria a todos os cidadãos?, afirmou.

A origem do Plano Inclinado Gonçalves é uma rampa aberta pelos jesuítas em 1610. Em 1874, o ascensor começou a funcionar com o nome de Guindaste dos Padres. Em 1889, passou a se chamar Isabel, em homenagem ? princesa que acabou com a escravidão no Brasil. Depois, ganhou o nome definitivo em referência ao empresário Manoel Francisco Gonçalves, engenheiro e diretor de uma empresa que explorava os serviços de eletricidade, telefonia e transportes em Salvador.

Compartilhe