STF suspende projeto sobre novos partidos

 O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes suspendeu nesta quarta-feira a tramitação do projeto de lei que pretende dificultar a criação de novos partidos. O ministro deu a liminar em mandado de segurança protocolado ontem pelo senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF).

Na decisão, Gilmar Mendes informa que o parlamentar não é obrigado a participar de processo legislativo inconstitucional, o que motiva a suspensão do andamento do projeto até a apreciação do mérito pelo plenário da Corte. Aprovado nesta semana pela Câmara dos Deputados, o texto está atualmente no Senado.

Mendes acredita que a ilegalidade fica aparente em diversos momentos, como ?a extrema velocidade? de tramitação do projeto, a ?aparente tentativa casuística? de alterar as regras para criação de partidos em prejuízo de minorias políticas e a contradição entre a proposição e a Constituição Federal.

?A aprovação do projeto de lei em exame significará, assim, o tratamento desigual de parlamentares e partidos políticos em uma mesma legislatura. Essa interferência seria ofensiva ? lealdade da concorrência democrática, afigurando-se casuística e direcionada a atores políticos específicos?, disse.

Compartilhe