Projeto aprovado na Câmara: mais rigor em punições por rachas no trânsito

Rachas, ultrapassagens perigosas e forçar ultrapassagens no trânsito
serão penalizados com pena mais rigorosa, segundo projeto aprovado na
Câmara dos Deputados nesta quarta-feira.

Um dos pontos do projeto é a transformação das penas de detenção em
reclusão. “Pela primeira vez, o código de trânsito recebe a pena de
prisão por homicídio. Atualmente, o código só prevê pena de reclusão,
que muitas vezes é convertida em cesta básica. A gente traz para o
código que no trânsito também se comete assassinatos”, explicou o autor
do projeto, deputado Beto Albuquerque (PSB/RS). O motorista que provocar
morte por racha poderá ter prisão de cinco a dez anos, em caso de lesão
corporal grave, de três a seis anos.

Em casos de ultrapassagem perigosa, o condutor pagará multa de R$
957. Já quem participar de rachas ou fazer ultrapassagem forçada tem
multa de R$ 1.915.

Compartilhe