Oposição denuncia irregularidade na Secretaria de Combate ? Pobreza

Em sessão ordinária desta terça-feira (23), o vice-líder da bancada e oposição, deputado Carlos Gaban, subiu ? tribuna da Assembleia Legislativa para denunciar irregularidades na contratação de uma empresa fornecedora de alimentos pela Secretaria de Combate ? Pobreza. ?A oposição vai denunciar ao Ministério Público, para ser investigado pela comissão de corrupção, e ao TCE, para se tomem providências com relação a esse absurdo?, disse.

De acordo com Gaban, no dia 3 de abril a secretaria pediu dispensa de licitação pra contratar, em caráter de urgência, a empresa Nova Cozinha para fornecimento de 2.300 refeições no restaurante popular, no bairro do Comércio, por apenas 22 dias, no valor anual de mais de R$ 2 milhões. Mas, para a surpresa do parlamentar, no dia 16 de abril foi publicado termo aditivo, prorrogando o contrato em 12 meses e acrescendo o valor em 6,63%.

Gaban também cobrou uma atitude por parte do governador Jaques Wagner. ?O mínimo que o governador pode fazer é apurar a responsabilidade da ex-gestora daquela secretaria, pois uma pessoa dessa não pode estar circulando livremente pelas ruas de Salvador?, protestou.

Compartilhe