Autorizada obra que vai ligar a Avenida Luís Eduardo Magalhães/Paralela ? BR-324

Em solenidade no bairro de São Gonçalo do Retiro, na manhã desta
terça-feira (23), o governador Jaques Wagner assinou a ordem de serviço
para o início da construção das vias que ligarão a Avenida Luís Eduardo
Magalhães/Paralela ? BR-324. O projeto, que envolve mais uma obra de
mobilidade urbana do governo da Bahia em Salvador, prevê a construção de
um acesso direto da Avenida Luís Eduardo Magalhães ? BR-324 e outro da
BR-324 para a avenida.

Além de facilitar o acesso de quem chega
ou sai de Salvador, a obra cria uma alternativa para quem quer sair da
Paralela para o centro sem passar pelo Iguatemi, como destaca o
governador. ?É uma obra simples que vai resolver a demanda da região do
Iguatemi. Quem segue da BR-324 para a Paralela não vai precisar passar
pela Rótula do Abacaxi nem pelo Iguatemi, diminuindo o grande fluxo de
veículos nesses locais?.

Segundo o presidente da Companhia de
Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), José Lúcio Machado,
serão também construídas ligações com o terminal de integração de ônibus
do Retiro. ?No total, vão ser investidos, aproximadamente, R$ 7
milhões, sendo um quilômetro de estrada requalificada e mais um de
intervenções, com serviços de terraplenagem, pavimentação, drenagem e
iluminação. A obra deve ser concluída em seis meses?.

Entre as
obras de mobilidade urbana realizadas pelo governo na capital baiana,
estão o complexo de viadutos do Imbuí/Narandiba e as vias marginais da
Avenida Paralela, a duplicação das avenidas Pinto de Aguiar, Gal Costa e
Orlando Gomes, além da construção da Avenida 29 de Março e da ligação
Lobato/Pirajá e a implantação do Sistema Metroviário de Salvador.

A
solenidade contou ainda com a presença do secretário estadual de
Desenvolvimento Urbano, Cícero Monteiro, e do prefeito de Salvador, ACM
Neto. O prefeito declarou que a obra é
uma importante intervenção para a estrutura viária da cidade. ?Salvador
reconhece o esforço que vem sendo feito pelo governador Jaques Wagner
no sentido de trazer soluções para a mobilidade urbana da capital?.

Compartilhe