Assinado contrato para viabilização do metrô Salvador-Lauro de Freitas

O contrato do Programa de Viabilização do Metrô foi assinado nesta segunda-feira (22), no Salão de Atos, na Governadoria, pelo governador Jaques Wagner e os prefeitos Antonio Carlos Magalhães Neto (Salvador) e Marcio Paiva (Lauro de Freitas). O contrato prevê que o Estado viabilizará a conclusão da Linha 1 do metrô (Lapa a Pirajá) e a implantação da Linha 2 do metrô (Paralela a Lauro de Freitas), além de definir as regras de administração.

Também foi assinada a transferência para o Governo da Bahia da administração da Companhia de Transporte de Salvador (CTS), responsável pelos trens do subúrbio.

Para integrar, o sistema foi definido que a tarifa de integração entre o metrô e o sistema de ônibus de Salvador será de R$ 1,10. O contrato também estabelece que a administração da Estação Pirajá ficará sob a responsabilidade do governo estadual, enquanto a Estação da Lapa será administrada pela prefeitura.

De acordo com o governador Jaques Wagner, a previsão é que o Edital de Licitação do metrô seja publicado em 20 dias. O modelo de gestão adotado é de Parceria Público Privada (PPP). ?Agora teremos uma gestão unificada e mais célere. Só dependíamos desse acordo para colocarmos o sistema em funcionamento. Essa ferramenta de gestão PPP já se mostrou muito eficaz em outras ações do governo, como Hospital do Subúrbio e Arena Fonte Nova. É um modelo eficiente e que vai nos ajudar a resolver o problema de mobilidade urbana de Salvador e Lauro de Freitas?, afirmou o governador.

Compartilhe