Conselho Eleitoral da Venezuela vai auditar 100% das urnas de votação

A presidente do Conselho Nacional Eleitoral da Venezuela (CNE),
Tibisay Lucena, anunciou que 100% das urnas “de garantia” das eleições
presidenciais serão auditadas. As urnas “de garantia” são aquelas que
guardam os comprovantes emitidos contra cada voto.

Lucena afirmou que o CNE já auditou 54% dessas urnas após o pleito de
domingo, que deu vitória a Nicolás Maduro por uma diferença de 1,59%
dos votos apenas.

A presidente do CNE informou ainda que o órgão fiscalizará uma
amostra de 46% das urnas que ainda não passaram por auditoria. O
processo durará 30 dias. O candidato da oposição, Henrique Capriles,
concordou com o procedimento e considerou que o problema está nessas 12
mil urnas que serão periciadas. A cerimônia de posse de Maduro será
realizada nesta sexta-feira.

Compartilhe