Acórdão aponta Dirceu como chefe do mensalão

O acórdão resumido do mensalão, divulgado nesta sexta-feira pelo
Supremo Tribunal Federal (STF), aponta José Dirceu, ex-ministro-chefe da
Casa Civil, como o responsável pela “organização” e pelo “controle” do
esquema. Ele foi condenado a 10 anos e 10 meses de prisão pelos crimes
de formação de quadrilha e corrupção ativa.

“A organização e o controle das atividades criminosas foram exercidos
pelo então ministro-chefe da Casa Civil, responsável pela articulação
política e pelas relações do Governo com os parlamentares”, diz o texto.

A íntegra do documento será publicada na segunda-feira.

Compartilhe