Coité: Prefeitura mantém hospital aberto e ganha UPA do governo

O hospital Almir Passos, de Conceição do Coité, amanheceu aberto nesta quarta-feira e vai continuar assim até que a prefeitura seja oficialmente notificada da decisão do juiz Antônio Maron Agle Filho, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), que devolveu o comando da unidade de saúde ? Santa Casa de Misericórdia. ?Ainda não fomos notificados e, enquanto isso não acontecer, o hospital continua aberto e funcionando como policlínica. Nós vamos recorrer ainda esta semana para tentar derrubar essa liminar?, afirmou o secretário municipal da Saúde, Alex Lopes.

A prefeitura entrou com uma ação na Justiça local e obteve decisão favorável no último dia 26 de março, retomando o comando do hospital alegando que a unidade estava fechada desde o final das eleições do ano passado. A Santa Casa, comandada pelo grupo político adversário ? atual gestão, recorreu e obteve a liminar revogando a determinação anteontem. O hospital foi construído pela prefeitura, mas repassado para a entidade em 1978. Na época, o prefeito era Hamilton Rios e a Santa Casa tinha como presidente Ana Rios, a primeira-dama de então.

O prefeito Francisco de Assis (PT) afirmou que o hospital vai voltar a ser fechado após a notificação. ?Com a Santa Casa no comando, o hospital estava fechado desde o final das eleições do ano passado e antes teve as portas lacradas por nove meses, graças a irregularidades detectadas pela Secretaria Estadual de Saúde. Trata-se de uma ação política dos nossos adversários para tentar nos prejudicar. E quem paga o preço é a população. Eles querem barganhar com a vida das pessoas?.  

UPA ? Foi publicado ontem (17) no Diário Oficial da União a aprovação para a construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Conceição do Coité. O investimento será de R$2,2 milhões. A UPA é compromisso de campanha do petista e as obras devem começar assim que o dinheiro for depositado na conta do município. A unidade é uma reivindicação antiga da população.

Compartilhe