CNI critica aumento da taxa de juros pelo governo

O aumento de 0,25 ponto percentual na taxa de juros, anunciado ontem
pelo Banco Central, foi criticado pela Confederação Nacional da
Indústria (CNI), que vê na medida prejuízos para o setor, como afirmou o
responsável pela área econômica da entidade, Flávio Castelo Branco.

?Qualquer aumento da taxa de juros é sempre ‘mal-vindo’ para a
indústria, pois implica em aumento de custos e redução de compras pelo
consumidor. A questão agora é saber quanto vai durar este ciclo, pois
não acredito que esse aumento será o único a ser feito pelo Banco
Central?, disse Castelo Branco.

O economista considerou que o governo deveria adotar medidas para
reduzir a expansão fiscal ? aumento dos gastos públicos ? principalmente
com pessoal, em lugar de aumentar a taxa de juros.
Segundo Castelo Branco, o principal prejudicado quando os juros sobem é
a indústria, enquanto o setor de serviços se beneficia da medida, que
atrai investimentos estrangeiros e provoca aumento da concorrência com o
parque industrial brasileiro, que já sofre com esse problema há muito
tempo.

Para Castelo Branco, se o ciclo de alta dos juros se prolongar, deverá
trazer impacto para o setor de serviços e refletir também na valorização
do câmbio, ?reduzindo ainda mais a competitividade do setor
industrial?.

Compartilhe