Coreia do Norte faz ultimato ? Coreia do Sul

A Coreia do Norte fez hoje (16) um ultimato ? Coreia do Sul,
ameaçando atacar a capital do país vizinho, Seul, se não acabarem as
manifestações hostis ao seu regime. A mensagem foi enviada por meio de
comunicado, assinado pelo Comando Supremo da Coreia do Norte, e
publicado na agência oficial de notícias do país. Segundo o texto, as
reações norte-coreanas começarão sem aviso.

?A nossa ação de represálias vai começar sem qualquer aviso, a
partir de agora, enquanto os atos criminosos que ferem a dignidade do
Comando Supremo da Coreia do Norte continuarem em Seul?, diz o texto. A
manifestação coincide com as celebrações na Coreia do Norte do 101º
aniversário do nascimento de Kim Il-sung ? fundador do país.

O clima de tensão na Península Coreana se intensificou, nos últimos
dias, depois que a Coreia do Norte indicou que pode deflagrar uma guerra
nuclear na região. Os armamentos, segundo os norte-coreanos, têm como
alvos a Coreia do Sul, o Japão e territórios dos Estados Unidos (Havaí).

Ontem (15) o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, ao
visitar Tóquio (Japão), disse que norte-americanos ?continuam abertos a
negociações honestas sobre a desnuclearização?. Segundo ele, a ?bola
está do lado de Pyongyang [em referência ? Coreia do Norte]?. Kerry
concluiu no Japão a terceira e última etapa da sua viagem ? Ásia.

Compartilhe