Feliciano é processado por pai de Dinho, do Mamonas Assassinas

Hildebrando Alves, pai de Dinho, vocalista do grupo Mamonas Assassinas, decidiu processar o presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara (PSC-SP), Marco Feliciano.

“Nós entramos hoje com um processo de danos morais?, revelou ele ao jornal “Diário de Guarulhos”.

Alves assistiu ao vídeo divulgado na internet na semana passada, em que o deputado afirma durante um culto que ?Deus fulminou aqueles que tentaram colocar palavras torpes na boca das nossas crianças?, e que, por isso, causou o acidente de avião que matou todos os integrantes da banda na Serra da Cantareira, em São Paulo, em março de 1996.

?Ele [Feliciano] é louco. Deus não mata ninguém, Deus é amor. O acidente que aconteceu foi uma fatalidade, eles viajavam muito de avião?, disparou.

Hildebrando aproveitou a ocasião ainda para criticar a citação de Feliciano sobre a relação de Dinho com a igreja Assembleia de Deus. O pastor afirmou que o artista vendeu sua comunhão.

?A mãe do Dinho era da Assembleia de Deus; o meu filho só frequentava [os cultos] com ela, na infância”, contou.

Compartilhe