Temer diz que redução da maioridade penal não reduz criminalidade entre jovens

O vice-presidente da República, Michel Temer, disse
hoje (12) que redução da idade penal não reduz a criminalidade entre os
jovens. Para ele, são mais eficientes políticas públicas de incentivo e
amparo aos adolescentes.

“Li hoje um argumento para reduzir [a maioridade] para 16 anos, mas, e
daí, se o sujeito tem 15 anos e meio, e comete um crime, vamos reduzir
para 15 anos? Não sei se é por aí a solução”, disse. “Talvez seja aquilo
que o governo federal está tentando fazer: planos para dar incentivo e
amparo aos menores”.

O vice-presidente falou após o lançamento de seu livro de poesias Anônima Intimidade, na Associação Comercial do Rio de Janeiro.

Ontem (11) em resposta ao governador do estado de São Paulo, Geraldo
Alckimin, que defendeu a redução da idade penal de adolescentes, o
ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo disse ser contrário a medida,
porque seria inconstitucional.

Compartilhe