Maduro diz que ‘Globovisión’ foi vendida porque oposição será derrotada

O presidente interino e candidato ? s eleições do próximo domingo da
Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou que o canal privado “Globovisión” –
conhecido por se opor ao governo de Hugo Chávez – será vendido porque
seus proprietários sabem que o partido de oposição perderá a disputa
pela presidência.

“Eles venderam esta fábrica televisiva porque sabem que iam perder as
eleições e se vão deste país”, afirmou Maduro, em um evento no centro
de Caracas que homenageava o ex-presidente Hugo Chávez.

O anúncio da venda da emissora foi feito há um mês pela direção do
canal. O motivo seria a pressão sofrida pelo governo e a grande
quantidade de processos acumulados contra o canal, o que tornaria a
continuidade “inviável”.

A expectativa no país é sobre que linha editorial será seguida pelo
canal, comprado pelo empresário ligado ao setor bancário Juan Domingo
Cordero.

Nas eleições deste domingo, Maduro é o candidato que representa a
continuidade ao governo Hugo Chávez, enquanto a oposição é representada
por Henrique Capriles.

Compartilhe