Por falta de acordo, deputados adiam votação da reforma política

Nem mesmo a proposta de emenda ? Constituição (PEC), que estabelece a
coincidência de mandatos e eleições gerais de vereador a presidente da
República em um mesmo dia, foi votada na noite de ontem (9) pela Câmara
dos Deputados. A sessão destinada ? apreciação da proposta foi encerrada
depois de muita obstrução e sem a apreciação da PEC.

Na reunião
da tarde de hoje dos líderes partidários, a PEC da coincidência de
mandatos foi o único item que houve consenso para ser incluído na pauta
de votações, mas não houve consenso de que a matéria seria votada, já
que muitos partidos discordaram da votação de uma proposta isolada.

Durante
a sessão, vários requerimentos de retirada de pauta e de adiamento de
votação foram apresentados por líderes partidários com o propósito de
obstruírem a votação da PEC. Como não havia acordo para a aprovação da
PEC, muitos partidos entraram em obstrução durante a votação de
requerimento de retirada de pauta da matéria e a sessão foi encerrada
por falta de quórum.

Compartilhe