Dilma afirma em discurso querer ‘alianças concretas’ com países africanos

A presidente Dilma afirmou nesta sexta-feira, na abertura da 3ª
Cúpula de Chefes de Estado e de Governo América do Sul-África (ASA), na
cidade de Malabo, capital da Guiné Equatorial, que o Brasil quer “propor
alianças concretas” com países africanos.

Dilma disse que quer ampliar as parcerias de pesquisas científicas e
tecnológicas em todos os campos, e deu ênfase ? s alianças no setor
agrícola. “Quero propor uma parceria na área de formação de professores e
gestores para ensino técnico, profissionalizante, formação de
estudantes, especialmente no setor agropecuário. Nós usaremos toda a
rede que o Brasil tem de ensino técnico, usaremos nossa Embrapa, a
parceria com entidades empresariais do setor agrícola para dar suporte ?
formação de estudantes e professores, técnicos e agrônomos, de nível
médio e universitário”, declarou.

Ela defendeu, também, a ampliação do comércio entre América do Sul e
África. Para ela, o intercâmbio comercial entre os continentes ainda é
pequeno diante do potencial a ser explorado.

A presidente participa ao longo do dia de atividades e encontros
relacionados ? reunião de cúpula. Dilma seguirá para a Nigéria, onde vai
se encontrar com autoridades do governo local.

Compartilhe