Folião insiste em usar o carro para chegar aos circuitos

O folião de Salvador insiste em usar o carro para ir aos circuitos do Carnaval, mesmo ciente de que estará sujeito ? autuação e multa. O balanço parcial dos três dias de folia – de quinta-feira (7) até sábado (9) – revela que 90% das autuações, feitas por agentes da Transalvador, são decorrentes de estacionamento irregular. Segundo o superintendente Fabrizzio Muller, mudar essa cultura, principalmente durante os grandes eventos na capital baiana, como o Carnaval, Copa das Confederações e o Mundial 2014, é umas das metas do órgão.

?Estamos traçando o perfil dos motoristas e passageiros, na folia de Salvador. Será necessário fazer trabalho educativo forte, em paralelo ao reforço dos instrumentos de fiscalização?, adiantou Muller. Ele admitiu que, para elevar o número de usuários do transporte público, é preciso investir na qualidade dos serviços, mas espera também contar com a colaboração do usuário para o aperfeiçoamento do sistema.

Muller reconhece que um dos problemas mais constantes com os táxis é a recusa em fazer as chamadas ?corridas curtas?. O superintendente orienta o passageiro que se sentir prejudicado a reclamar junto ? Gerencia de Táxis (Getaxi) da Transalvador, pelos telefones 2109.3679 e 2109.3641. O taxista denunciado terá o veículo apreendido, devendo ser liberado somente na Quarta-feira de Cinzas (13).

?É difícil fiscalizar, principalmente, nos locais mais distantes do perímetro do circuito, daí a importância em denunciar? frisou. Somente no sábado de Carnaval, dez táxis foram recolhidos ao pátio da Transalvador, todos por terem recusado corridas.

Nova poligonal – O secretário municipal de Urbanismo e Transporte (Semut), José Carlos Aleluia, anunciou, neste sábado (10), que serão feitos todos os ajustes necessários na fiscalização do horário de operação de ônibus e táxis, para garantir transporte público eficiente ao folião. ?No futuro, vamos também retirar do circuito os transportes individuais. Não há cabimento que eles se aproximem tanto?, afirmou.

Aleluia explicou que as poligonais da festa serão redefinidas e os carros com trânsito livre reduzidos. ?Só vai entrar carros de serviço e veículos conduzindo altas autoridades?, garantiu. Numa segunda poligonal, seriam permitidos apenas táxis e ônibus. Ele explicou ainda que tal medida não pode ser implantada na folia deste ano, porque a Prefeitura não tem o cadastro de moradores. A partir do próximo ano, será providenciado o credenciamento antecipado pelo município, em postos locais.

Compartilhe