Sucom apreende 70 equipamentos durante fiscalização no final de semana

Com o objetivo de combater ? poluição sonora na capital baiana, a
Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município
(Sucom) realizou entre sexta-feira (1º) e domingo (3) mais uma edição da
Operação Silere, parceria firmada entre a autarquia e a Secretaria de
Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP/BA). A iniciativa, que tem
apoio das polícias civil e militar, além da Guarda Municipal, resultou
na emissão de 22 Termos de Apreensão de Bens (TABs), o que gerou o
confisco de 70 equipamentos sonoros (cornetas, tuitas, módulos, entre
outros), oito autos de infração e duas notificações. A equipe percorreu
diversas ruas do Caminho das Árvores, Pituba, Nordeste de Amaralina, Rio
Vermelho, Santa Mônica, Nova Brasília, Águas Claras, Cajazeiras,
Trobogy, Ribeira, Uruguai, Monte Serrat e Boa Viagem. 

Durante as vistorias realizadas em Cajazeiras, os prepostos da
Gerência de Fiscalização e Prevenção ? Poluição Sonora (Gefip) flagraram
o condutor de um veículo com emissão de 107,4 decibéis, volume superior
ao que determina a Lei Municipal n° 5.354/98, que estabelece os limites
sonoros de 70 decibéis das 7h ? s 22h e de 60 decibéis das 22h ? s 7h.
Além da apreensão do equipamento sonoro, o responsável pelo automóvel
também foi auto de infração.

Para denunciar a atuação de poluidores sonoros, o cidadão pode ligar para o telefone (71) 2201-6660.

Compartilhe