Governo do Estado lança novo projeto de mobilidade para Salvador

O edital de licitação para a
construção do complexo de viadutos do Imbuí e vias marginais da Avenida
Paralela está publicado na edição deste sábado (2) do Diário Oficial do
Estado. Com investimento de R$ 71 milhões, os viadutos facilitarão a
ligação entre a Paralela e os bairros do Imbuí, Boca do Rio, Stiep e a
Orla.

As vias marginais
vão ligar o Centro Administrativo da Bahia (CAB) ? Avenida Luís Eduardo
Magalhães e a Luís Eduardo ao bairro do Imbuí, intervenções que ajudarão
a resolver os gargalos do trânsito, no início da Paralela, vivenciados
diariamente pela população.

As empresas interessadas na
concorrência pública terão 30 dias para entregar proposta ? Companhia de
Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), vinculada ?
Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur). O resultado será
anunciado, também, num prazo de 30 dias, a partir da avaliação das
referidas propostas. As obras serão executadas em dez meses, dada a
ordem de serviço.

?Estas obras estão de acordo com o Plano
Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) da cidade e se somarão ? s
futuras obras do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas?,
destaca o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Cícero
Monteiro.

O monitoramento das obras é de responsabilidade da Casa
Civil do Governo do Estado, cujo secretário, Rui Costa, afirma que o
complexo de viadutos é parte de um conjunto de intervenções traçadas
pelo Estado para Salvador. ?Teremos, ainda no mês de fevereiro, o
lançamento do edital para a implantação do viaduto de Narandiba, outra
importante intervenção física que trará solução definitiva para o acesso
do início da Paralela para os bairros de Narandiba, Tancredo Neves,
Cabula e Saboeiro?, diz Rui Costa.

Avenidas

A
duplicação das Avenidas Gal Costa, Pinto de Aguiar, Orlando Gomes e a
construção da Avenida 29 de Março, além da ligação Lobato ? Pirajá,
também fazem parte das novas obras a cargo do Governo do Estado para
melhorar a mobilidade em Salvador. São projetos que somam R$ 972 milhões
de investimentos e terão início em 2013.

A implantação do
Sistema Metroviário de Salvador ? Lauro de Freitas, que será autorizada,
imediatamente, após a conclusão das negociações em curso com a
prefeitura de Salvador, também compõe as principais intervenções de
infraestrutura para mobilidade urbana, planejadas pelo Governo do
Estado.

Compartilhe