Dividir afazeres domésticos diminui frequência do sexo do casal, diz estudo

A igualdade no afazeres domésticos podem diminuir a frequência de
sexo do casal. Uma pesquisa, realizada pelos sociólogos da Juan March e
da Universidade de Washington, busca analisar o tradicionalismo dentro
de casa.

Dividir os papéis tradicionais de marido e mulher podem afetar o
comportamento do casal. Segundo o estudo, uma vez que parte do desejo é
despertado a partir da postura assumida de acordo com o comportamento
esperado de cada gênero, a vida sexual do casal é afetada pelas
mudanças.

Foram entrevistados 4500 casais e aqueles que os maridos cuidavam da
garagem e as mulheres da cozinha mantinham uma vida sexual mais ativa.

A pesquisa foi publicada na edição de fevereiro da “American
Sociology Review”, porém foi realizada entre os anos de 1992 e 1994. Por
isso, os resultados podem não se aplicar definitivamente na atualidade.

Compartilhe