Policial envolvido em chacinas durante greve da PM se apresenta

O soldado Willen Carvalho Bahia, último integrante foragido de um grupo
de extermínio formado por policiais militares, já está custodiado no
Batalhão de Choque da Polícia Militar, em Lauro de Freitas. Com um
mandado de prisão preventiva em aberto, ele se apresentou, na última
terça-feira (22), ? Corregedoria da Polícia Militar, no bairro da
Pituba.

O policial era lotado no 16º Batalhão da Polícia Militar (BPM), em
Serrinha, e é responsável – junto com os soldados Donato Ribeiro Lima,
Samuel Oliveira Menezes e Jair Alexandre Silva dos Santos, presos desde o
dia 4 de janeiro ? pela prática de duas chacinas durante a greve da
Polícia Militar, em fevereiro de 2012.

Foram vítimas do grupo, Edvanildo Oliveira dos Santos e dois homens,
identificados apenas pelos prenomes de Elton e Amilton, assassinados no
dia 3 de fevereiro, com vários disparos de arma de fogo, no bairro da
Engomadeira. Poucas horas antes, os quatro PMs assassinaram, também a
tiros, os moradores de rua Simone Cardoso dos Santos, Caíque Jesus dos
Santos, Alan Silva Souza e um homem até hoje não identificado, no bairro
da Boca do Rio.

Os policiais chegaram a ser presos, pouco tempo depois do crime, mas
foram liberados pela Justiça. Segundo o delegado Jackson Carvalho, da
Delegacia de Crimes Múltiplos (DHM), responsável pela investigação, com a
prisão do soldado Willen, o inquérito da chacina na Engomadeira foi
concluído e encaminhado ? Justiça.

Compartilhe