José Dirceu perde recurso e casa pode ser leiloada

A Justiça de São Paulo negou o recurso movido pelo ex-ministro José
Dirceu após ter sido condenado a pagar os custos de um processo que
moveu contra o governo Orestes Quércia (1987-1990). O ex-ministro deve
160 salários mínimos a um perito contratado no caso, em que ele
questionava uma compra de caminhões pelas autoridades. Se Dirceu não
pagar, a casa dele em Vinhedo, a 80 quilômetros de São Paulo, que está
penhorada desde 2009, pode ser leiloada. As informações são do jornal
Folha de S. Paulo.

O ex-ministro já havia movido a ação original em segunda instância e
perdido, mas resolveu pedir um recurso para discutir o valor da
indenização. Dirceu queria pagar o valor determinado na sentença de
acordo com o salário mínimo de 1990, mas o Tribunal de Justiça de São
Paulo ordenou que a conta seja feita baseada nos valores atuais: R$ 678.
Com os juros processuais, a indenização pode totalizar R$ 170 mil.

Compartilhe