Vitória goleia Salgueiro e dispara na liderança do Nordestão

Pena que a chuva tenha afastado o torcedor rubro-negro. Os poucos
mais de 2 mil que foram ao Barradão, na noite desta quarta-feira, para
assistir ao jogo que marcou o reencontro do time com sua galera após a
volta ? elite do futebol nacional, o Vitória brindou o público com uma
boa atuação e goleada. Cinco a um foi o placar diante do Salgueiro, pela
segunda rodada da fase de classificação da Copa do Nordeste.

Com 100% de aproveitamento, dois jogos e dois triunfos ? estreou
batendo o América RN, por 2 x 1, em Goianinha (RN) ? o Vitória disparou
na liderança do Grupo C, com 6 pontos ganhos. Marcou sete gols e sofreu
dois. Marcelo Nicácio, com três gols, é o artilheiro do time e da
competição.

Nesta quarta-feira, Nicácio balançou as redes duas vezes no primeiro
tempo, quando o Vitória venceu por 2 a 1 ? Fabrício Ceará descontou. No
segundo tempo, o atacante Marquinhos foi o rei das assistências: cobrou
dois escanteios para a dupla de zaga David Braz e Gabriel Paulista de
cabeça ampliar e deu o passe para Alan Pinheiro definir a maior goleada
da Copa do Nordeste até o momento.

O Vitória volta a jogar domingo, ? s 16 horas ? horário em Salvador ? no
Barradão, contra o ASA de Arapiraca, que em casa perdeu por 1 a 0 para o
América RN. O time natalense soma 3 pontos junto com o pernambucano
Salgueiro, enquanto o alagoano ASA é lanterna sem nenhum ponto.

Logo no começo
O Vitória começou partindo para cima e com 6 minutos já vencia por 1 x
0, gol de Marcelo Nicácio. Dimas alçou a bola na área, Lúcio Maranhão
subiu com Darci e o goleiro soltou a bola nos pés de Nicácio.

Aos 11 minutos, o Salgueiro empatou. Cobrança de escanteio, Fabrício
Ceará foi mais rápido e finalizou de cabeça. Superior, o Vitória por
pouco não sofreu o segundo gol uma cobrança de escanteio batido por
Clebson. Deola evitou o gol olímpico.

A superioridade rubro-negra foi transformada em gol aos 20 minutos.
Fazendo sua primeira partida depois de oito meses, o volante Neto Coruja
tabelou com Dimas e alçou a bola na cabeça de Nicácio: 2 x 1.

No intervalo, o técnico Caio Jr. trocou Lúcio Maranhão por Alan
Pinheiro, corrigiu o posicionamento do meio campo, e o rubro-negro
marcou mais três gols e desperdiçou pelo menos mais três chances claras ?
duas delas com o artilheiro de noite, Marcelo Nicácio.

E brilhou Marquinhos. Aos 18 minutos, pela esquerda, ele bateu
escanteio na cabeça de David Braz. 3 x 1. Novamente em cobrança de
escanteio executada por Marquinhos, Braz pegou de primeira ? desta vez
de voleio ? e o goleiro Darci fez uma espetacular defesa. Aos 36
minutos,  o entanto, foi fulminante a cabeçada de Gabriel Paulista em
mais um escanteio batido por Marquinhos e pelo lado esquerdo. 4 x 1.

Dominado, o Salgueiro teve a seu favor um pênalti cometido pelo
lateral-direito Léo. O atacante Fabrício Ceará tentou a cavadinha e
Deola, que ficou parado no meio do gol, pegou a bola.

Quem não desperdiçou a chance de balançar as redes foi Alan Pinheiro,
aos 45 minutos. Contra-ataque rápido, Marquinhos fez o passe para o
garoto Alan Pinheiro, campeão da Copa do Brasil sub-20. Ele ajeitou e
bateu forte e rasteiro no canto direito de Darci.

CAMPEONATO DO NORDESTE ? 2ª RODADA
Primeira fase

VITÓRIA 5 X 1 SALGUEIRO

LOCAL ? Manoel Barradas, Salvador (BA)
HORÁRIO ? 19h15
ÁRBITRO ? Francisco de Assis Almeida Filho, assistido por Marcos da Silva Brigido e Anderson Silveira Ribeiro (trio do Ceará)
GOLS ? Marcelo Nicácio, aos 6 e 20min, e Fabrício
Ceará (SAL), aos 11min do 1º tempo; David Braz, aos 18min, Gabriel
Paulista, aos 36min, e Alan Pinheiro, aos 45min do 2º tempo
CARTÃO AMARELO ? Dimas, Mineiro (VIT), Rodrigo, Fabrício Ceará e Moreilândia  (SAL)
RENDA: R$22.115,00
PÚBLICO: 2.286 pagantes

VITÓRIA
Deola; Dimas (Léo), Gabriel Paulista, David Braz e Mansur; Rodrigo
Mancha, Neto Coruja e Mineiro (Gabriel Soares); Marquinhos, Lúcio
Maranhão (Alan Pinheiro) e Marcelo Nicácio
Técnico: Caio Júnior

SALGUEIRO
Darci; Marcos Tamandaré, Ricardo Braz, Cléber Carioca e Peri; Pio (Yerien), Moreilândia, Clebson e Vitor Caicó; Elvis (Marciano) e Fabrício Ceará
Técnico: Marcelo Chamusca

 

Compartilhe