Justiça reconhece oficialmente a morte de Eliza Samudio

A Justiça de Minas Gerais determinou a emissão de um atestado de
óbito para Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno. A modelo está
desaparecida desde 2010, mas o corpo nunca foi encontrado.

Na mesma decisão, a Justiça decretou a quebra de sigilo bancário de
Bruno. O objetivo do pedido do promotor, Henry Wagner, é analisar as
movimentações na conta bancária do goleiro na época do crime. Saques
poderiam comprovar o pagamento do ex-atleta pela execução de Eliza.

Eliza Samudio teria sido morta a mando do pai de seu filho, o
ex-goleiro Bruno, em uma fazenda mineira. O julgamento do jogador
aconteceria em 2012, mas a decisão só será tomada neste ano.

Compartilhe