Banco Mundial espera crescimento menor

O Banco Mundial reduziu a expectativa de crescimento da economia
brasileira em 2013, de 4,2% para 3,4%. A estimativa anunciada ontem
(15), em Washington, está no documento Perspectivas Econômicas Mundias.
De acordo com o banco, quatro anos após o início da crise financeira
mundial, a economia global continua frágil e o crescimento em países
considerados desenvolvidos é fraco.

Os países em desenvolvimento
precisam, entre outras coisas, se concentrar no crescimento de sua
próprias economias. Para os técnicos do Banco Mundial, os emergentes
devem proteger o crescimento e fortalecer as reservas internacionais,
pois o caminho da recuperação será “espinhoso”. Entre os riscos
associados, o documento cita os problemas na zona do euro e as políticas
fiscais adotadas nos Estados Unidos.

A estimativa para o
crescimento brasileiro é melhor do que previsão do mercado financeiro
divulgada pelo Banco Central. Analistas e investidores estimam
crescimento de 3,2% em 2013. O Banco Mundial prevê 3,4%.

Para
2014, a estimativa dos técnicos do Banco Mundial é de um crescimento de
4,1% para a economia brasileira ante os 3,9% previstos anteriormente. É
resultado melhor do que o mercado financeiro estima (3,6%).

Compartilhe