Ativação de fotossensores depende de aferição do Inmetro

A Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador) informa que ainda não foi possível a ativação dos fotossensores. A expectativa de que voltassem a funcionar na última segunda-feira (14) não se concretizou, em razão da necessidade de aferição dos equipamentos pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Uma reunião com representantes da Transalvador e do órgão federal, responsável pela fiscalização dos instrumentos de medição, deverá  ocorrer nesta quinta-feira (17) para definir um cronograma de verificação dos fotossensores, que, ? medida que forem avaliados e certificados, voltarão a funcionar.
?Todas as etapas de contratação da empresa foram cumpridas, nossas equipes já fizeram a avaliação das condições dos equipamentos e estamos aguardando apenas a aferição do Inmetro, que pensávamos seria iniciada na última segunda-feira, para ligar os equipamentos?, explica o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller.

Em Salvador, há instalados 60 fotossensores. De acordo com Fabrizzio Muller, em breve, mais 20 serão acrescentados ao sistema de controle de velocidade e normas de trânsito da cidade. O superintendente da Transalvador informa também que está sendo feito o levantamento de todos os semáforos que estão apresentando problemas para a realização de reparo ou substituição.

?Muitos dos problemas dos semáforos são decorrentes da idade média das placas controladoras dos semáforos, acima de 20 anos. Estamos avaliando a substituição por sistemas mais modernos?, diz Muller. Outra causa para as sinaleiras estarem desligadas é o roubo da fiação para a venda do cobre. ?Já denunciamos o problema ? polícia, que está investigando esse tipo de ação criminosa, que vem se tornando comum?.

Compartilhe