Prefeitura realiza últimos preparativos para a Lavagem do Bonfim

 
A prefeitura do Salvador está em fase de finalização dos preparativos para uma das maiores manifestações religiosas do país. A Lavagem do Bonfim acontece na próxima quinta-feira (17), a partir das 8h, e deverá reunir milhares de pessoas ? fieis e visitantes ? que percorrem os quase oito quilômetros a pé, partindo da Conceição da Praia até a Colina Sagrada, na Baixa do Bonfim.

Para garantir mais segurança aos participantes da festa, a Defesa Civil de Salvador (Codesal) finalizou, na última sexta-feira (11), a série de vistorias preventivas para identificar possíveis riscos e providenciar os reparos, junto aos órgãos competentes. O órgão também estará em esquema de plantão durante a festa.

Desde o último dia 3, a Superintendência de Conservação e Obras Públicas do Salvador (Sucop) está realizando uma operação tapa-buracos no percurso do cortejo. O trabalho deverá ser finalizado na próxima terça-feira (15). Já a Empresa Salvador Turismo (Saltur) está cadastrando as entidades que participam da lavagem até a próxima segunda-feira (14).

Para garantir o atendimento da população e turistas que vão acompanhar a Festa do Bonfim, a Secretaria Municipal da Saúde disponibilizará, no dia da festa, três postos de saúde totalmente equipados na Conceição da Praia, Estação Ferroviária da Calçada e Colina Sagrada. Além disso, duas ambulâncias estarão estacionadas no Mercado do Ouro e outras duas estarão de prontidão em cada posto fixo, para transferência dos casos graves (pacientes), se necessário.

A população também contará com esquema especial de trânsito e transporte, ordenamento de ambulantes, iluminação, limpeza e proteção do patrimônio público, montado pela Prefeitura para a festa.

Cerimônia – Seguindo a tradição, a partir das 8h da quinta-feira (17), será realizada a Cerimônia Interreligiosa, no Adro da Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia. Organizada pela Fundação Gregório de Mattos (FGM), a décima-primeira edição do encontro reunirá o padre Valson Santos Sandes – vigário da Basílica da Conceição da Praia; Ida Meireles, coordenadora da Organização Brahma Kumaris para a região Nordeste; Marcelo Mariano Cadidé, representante da Federação Espírita da Bahia; Tata Anselmo Santos, sacerdote do terreiro Mokambo; e pastor Charleston Soares – da Igreja Batista Avivamento Profético.

Tradição – A Lavagem do Bonfim é o maior evento popular de Salvador antes do Carnaval. A tradição teve início logo após a chegada da imagem em 1740, trazida pelo Capitão de Mar e Guerra português, Theodózio Rodrigues de Faria. Romeiros e escravos, a mando dos senhores e integrantes da Irmandade do Senhor do Bonfim, limpavam e enfeitavam a igreja para a festa dedicada ao santo, no segundo domingo depois do Dia de Reis.

Os rituais católicos duram dez dias e começam com o novenário, tendo o encerramento realizado com as missas solene e campal. Já a lavagem ocorre na quinta-feira anterior ao domingo da festa e é um dos maiores exemplos do sincretismo entre as tradições católicas e do candomblé. Na religião africana, o santo representa Oxalá, o pai de todos os orixás.

Compartilhe