Sesi suspende aulas após aviso de ataque contra alunos em São Paulo

Sesi suspende aulas após aviso de ataque contra alunos em São Paulo

Uma ameaça de ataque numa escola mantida pela instituição levou o Sesi a suspender as aulas para cerca de dois mil alunos, nesta segunda-feira (18/3), em Sorocaba, interior de São Paulo. As mensagens, postadas em perfil falso na rede social Facebook, ameaçavam repetir o ataque que deixou dez pessoas mortas, na última quarta-feira (13/3), em Suzano, na Região Metropolitana de São Paulo. A Polícia Civil foi acionada e já investiga as ameaças.

Em comunicado, o Sesi informou que a suspensão das aulas foi adotada como prevenção após a ameaça da violência.

O perfil falso tem o nome de Guto Taucci (G.T.M. é um dos autores dos atentados em Suzano) e uma foto dele. O texto informa sobre o “próximo massacre”, alertando que as vítimas serão “alunos do 1 e 5 ano do Sesi do Mangal” – o bairro de Sorocaba onde fica a escola central do Sesi na cidade. Adiante, o texto afirma: “Tenho alvos, as criancinhas (menino), mas pode acabar morrendo menina na hora do corre.”

Mais à frente, o autor pede que não seja denunciado e garante que não se trata de perfil fake. Em outra postagem, o internauta se identifica como aluno e diz que “sempre tive o desejo de fazer, agora o que aconteceu em Suzano me motivou! Mas eu quero os pequenos! De 1 a 5 ano (sic), mais fácil!”

Em comunicado, o Sesi informou que a suspensão das aulas foi adotada como prevenção após a ameaça da violência. Os pais e professores foram avisados pelas redes sociais, incluindo o WhatsApp. O Sesi informou ter registrado boletim de ocorrência na Polícia Civil denunciando o fato. A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) confirmou ter aberto inquérito para apurar a autoria das ameaças.

O Sesi mantém em Sorocaba 25 turmas com 1.824 alunos no ensino fundamental, em períodos integral e parcial. Possui ainda alunos no ensino médio. A direção da escola informou que está tomando todas as medidas para garantir a segurança de seus alunos, funcionários e corpo docente. A volta às aulas na terça-feira depende de uma avaliação que será realizada nesta segunda.

A Secretaria de Segurança e Defesa Civil de Sorocaba informou que, após tomar conhecimento das postagens com ameaças à unidade do Sesi, acionou os comandos da Polícia Militar e Polícia Civil para verificar a veracidade da postagem e identificar o autor. Conforme a pasta, desde o massacre acontecido na escola de Suzano, foi reforçado o patrulhamento ostensivo nas escolas municipais pela Guarda Civil, com apoio da Polícia Militar.

Compartilhe
Previous Pegou mal! Governo Federal usa foto da Praia do Forte em homenagem ao aniversário de Aracaju
Next Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Cotidiano

Salvador: Prefeitura antecipa pagamento de salários dos servidores para dia 20

O prefeito ACM Neto anunciou nesta quarta-feira (05), através das suas redes sociais, que vai antecipar para o próximo dia 20 o pagamento dos salários dos servidores municipais, mesma data

Política

Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, declara apoio a Bolsonaro

O bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), declarou voto no sábado, 29, em Jair Bolsonaro, deputado federal e candidato a presidente da República pelo

Notícias

“Governo politizou relação com Judiciário e isso não é bom”, diz Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou, na manhã desta segunda-feira (2/4), o enfrentamento político que aliados do presidente Michel Temer (MDB) estão fazendo com o Judiciário, sobretudo