Carnaval 2020 terá mesmo número de dias e reforço do Circuito Osmar, garante ACM Neto

Carnaval 2020 terá mesmo número de dias e reforço do Circuito Osmar, garante ACM Neto

O Carnaval 2019 já é considerado um legado para Salvador: foi a folia com o maior participação popular – incluindo o recorde de 850 mil visitantes – de toda a história da cidade. Além da garantia da manutenção do número de dias da festa, sendo quatro de pré-Carnaval e seis oficiais, alguns pontos serão melhorados para a edição 2020, avisou o prefeito ACM Neto em coletiva final de balanço, realizada no início da tarde de hoje (06), no praticável oficial do Campo Grande.

As duas principais mudanças para 2020 serão o fortalecimento das atrações no Circuito Osmar (Centro) e avanços na área de mobilidade para dar conta da explosão do número de veículos que tentaram acessar principalmente o Circuito Dodô (Barra/Ondina).

Com investimento total de R$55 milhões, sendo R$27 milhões da iniciativa privada, a quantidade de dias da folia soteropolitana chegou ao limite ideal, de acordo com ACM Neto, que participou da coletiva ao lado do vice Bruno Reis, do secretário municipal de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco, do presidente da Saltur, Isaac Edington, e de todos os dirigentes envolvidos com a realização da maior festa de rua do planeta.

“Não é a Prefeitura quem manda no número de dias de festa. É o folião. Acredito que esse é o tamanho certo, não pode ser maior e nem menor diante dos resultados que a festa traz para a cidade”, afirmou ACM Neto. E os números comprovam: somente no pré-Carnaval foram 3,5 milhões de pessoas na rua; a folia nos bairros em dez localidades atraiu 1,5 milhões de foliões; e a estreia da programação no Rio Vermelho reuniu 18 mil pessoas em três dias. Isso só para citar alguns dados.

“Cogitei até mesmo não fazer o Pipoco este ano devido à quantidade de pessoas no ano passado, mas o cantor Léo Santana conversou comigo e fizemos um formato que fosse mais tranqüilo, apenas com o trio e sem a Torre Eletrônica na Barra. Mas, mesmo assim, apenas um artista atraiu uma multidão e tudo ocorreu de forma tranquila. Também tivemos a Praça Castro Alves lotada (projeto Pôr do Sol), a Torre Eletrônica, os bairros. Como tirar a vontade do folião?”, indagou o prefeito.

Consolidação – Para o prefeito, diante dos resultados positivos conquistados em 2019, o desafio é aproveitar o momento do Carnaval para consolidar a cidade como importante destino turístico no Brasil, movimento esse que considera irreversível.

Para isso, além dos investimentos feitos desde 2013 e que resultaram nessa procura pela capital baiana como destino turístico mundial, também haverá, em 2019, a entrega de equipamentos como o Centro de Convenções, a requalificação do Centro Histórico e continuidade das obras na orla, além da promoção da cidade para o mundo, dentre outras ações.

ACM Neto afirmou que o objetivo principal do Carnaval é a movimentação da economia da cidade. Na folia deste ano, foram gerados 250 mil empregos diretos e indiretos, que beneficiam desde a rede hoteleira, passando pela infraestrutura até chegar à população mais pobre, que aproveita para ganhar uma renda como ambulante – em 2019, foram 10 mil trabalhadores contemplados no setor informal pela Prefeitura. Quando à rede hoteleira, a ocupação média foi de 96,3% dos leitos durante o período da festa – o maior número registrado pela cidade nos últimos anos.

Folia no Centro – Para garantir o equilíbrio da festa no próximo ano, o último da atual gestão, o Circuito Osmar será alvo de conversas com empresários, artistas, entidades e Conselho Municipal do Carnaval para que as grandes atrações voltem a se apresentar também no Centro.

Isso porque os blocos de trio migraram praticamente para o Circuito Dodô, o que gera uma sobrecarga de foliões à Barra/Ondina atrás dos artistas de renome. “Garanto que, se não fosse a ação direta da Prefeitura na contratação de artistas, talvez não tivesse tanta gente este ano no Campo Grande. A nossa parte estamos fazendo, mas dependemos também das outras partes envolvidas na festa. Por isso, vamos iniciar logo as conversas para chegarmos à uma solução”, afirmou ACM Neto.

Mobilidade – O prefeito também salientou a necessidade de melhorar a mobilidade nos acessos aos circuitos, devido ao grande volume de veículos, principalmente de motoristas de aplicativos, o que gerou congestionamentos como os registrados na Avenida Centenário, um dos principais acessos ao Circuito Dodô.

“Houve um aumento de 10% do número de pessoas transportadas com relação ao Carnaval do ano passado. O acesso pelo Rio Vermelho teve um incremento de 91% de veículos, comparado a 2018. Na Avenida Bonocô (Mário Leal Ferreira), foram 33% a mais de veículos. Registramos motoristas de aplicativos, inclusive de outras cidades e estados, atuando em Salvador. Vamos pensar para o próximo ano como resolver isso”, complementou.

Agradecimento – Na coletiva, o prefeito também ressaltou que o esquema municipal, mesmo tendo sofrido alguns ajustes durante a folia, transcorreu de forma a garantir um Carnaval tranquilo. Ele aproveitou ainda para agradecer a toda a equipe e à imprensa pelo esforço e contribuição para fazer deste o maior Carnaval da história de Salvador. “O diferencial realmente é a nossa gente. O sentimento é de dever cumprido. Não somos perfeitos, não fizemos tudo certo, mas certamente fizemos o melhor”, finalizou.

Compartilhe
Previous Nesta quarta-feira de Cinzas, 70% dos ministros não têm compromissos
Next Líderes do PSL e petistas estão entre os que mais faltaram na Câmara

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Toinho Carolino propõe serviço de transporte gratuito para deficientes

“Salvador precisa oferecer transporte assistencial gratuito para os cidadãos que possuam algum tipo de deficiência física”, afirma o vereador Toinho Carolino (PTN) no Projeto de Lei nº 200/17 para que

Política

Meirelles diz que país está longe de cortar benefícios previdenciários

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse neste domingo(4), que o Brasil ainda está longe de ser obrigado a reduzir valores ou cortar benefícios previdenciários, como aposentadorias e pensões, mas

Entretenimento 0 comentários

Samba, forró, samba reggae e rock marcam programação do Pelô

O fim de semana no Pelourinho será marcado por estilos variados, como samba, forró, samba-reggae e rock. A programação começa nesta quinta-feira (15), com a etapa final do Festival de