Roberto Carlos chama árbitro de ladrão:  “roubou os nossos sonhos e os nossos projetos”

Roberto Carlos chama árbitro de ladrão: “roubou os nossos sonhos e os nossos projetos”

O deputado estadual e presidente da Juazeirense, Roberto Carlos(PDT), voltou criticar o árbitro Rafael Traci, responsável por apitar o empate de 2 a 2, entre a Juazeirense e o Vasco da Gama, no último dia 06, no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro.

Segundo Roberto Carlos, o clube baiano entrou com uma representação na Confederação Brasileira de Futebol(CBF), mas até agora não obteve resposta.

“Deveria existir no código penal brasileiro essa penalidade. Agora pra juiz de futebol ladrão, não existe. Deveria existir uma penalidade maior, inclusive para aqueles que roubam , sonhos e roubam projetos,. O juiz, o senhor Rafael Traci, roubou os nossos sonhos e os nossos projetos que tínhamos para continuar na competição da Copa do Brasil.

Roberto Carlos contabiliza um prejuízo de R$1 milhão de reais, após o clube baiano ser eliminado da competição, dentro de casa,

Roberto alertou os próximos adversários da equipe carioca na competição

“Sei que com a representação feita na CBF a Juazeirense não terá os três pontos de volta, mas espero que um outro clube menor possa não sofrer como nós sofremos com esse árbitro, irresponsável, moleque principal responsável da eliminação da Juazeirense na Copa do Brasil”, finalizou.

Compartilhe
Previous Fora do jogo! Luiz Caetano tem recurso negado por unanimidade pelo STJ
Next Membro da CCJ, deputado Samuel Júnior defende levar "todos os projetos dos parlamentares para o plenário"

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

“Me incomodar? Pelo amor de Deus”, ironiza ACM Neto sobre articulação de Geraldinho com aliados de Rui; ASSISTA

O prefeito ACM Neto(DEM), durante assinatura ordem de serviço para início das obras dos Parque dos Ventos, na Boca do Rio,  na manhã desta sexta-feira(15), ao Classe Política, afirmou não

Política

STF permite ganho acima do teto para servidor que acumula cargos públicos

Nesta quinta-feira (27), por 10 a 1, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que em casos de servidores que ocupam dois cargos públicos, o teto remuneratório deve ser incidido sobre

Notícias

Política de tolerância zero nos EUA diminuiu crimes e lotou presídios

Não são apenas os países em desenvolvimento que enfrentam há décadas problemas graves de segurança urbana. Nos anos 1980 e 1990, a violência também atingiu índices alarmantes em metrópoles dos