Bolsonaro indica “amigo particular” para gerência da Petrobras

Bolsonaro indica “amigo particular” para gerência da Petrobras

Um capitão-tenente da reserva da Marinha classificado como “amigo particular” do presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi indicado nesta quinta-feira (10/1) para assumir a gerência executiva de Inteligência e Segurança Corporativa da Petrobras. Carlos Victor Guerra Nagem é funcionário da estatal há 11 anos e atualmente trabalha em Curitiba (PR).

Desde que ingressou na Petrobras, Nagem se licenciou em duas ocasiões, para disputar as eleições de 2002 e de 2016, usando a alcunha de Capitão Victor e filiado ao PSC (partido que Bolsonaro integrou e pelo qual foi eleito deputado federal em 2014).

Na primeira vez, Capitão Victor tentou se eleger deputado federal pelo Paraná; na segunda, disputou uma cadeira de vereador em Curitiba. Nas duas foi derrotado. Em 2016, Bolsonaro gravou um vídeo em que pede votos para o candidato que classificou como “meu amigo particular”: “É um homem, um cidadão que conheço há quase 30 anos. Um homem de respeito, que vai estar à disposição de vocês na Câmara lutando pelos valores familiares. E quem sabe no futuro tendo mais uma opção para nos acompanhar até Brasília”, afirma o atual presidente no vídeo de 2016. “Todos nós ganharemos”, continua Bolsonaro. Na campanha, um dos slogans do Capitão Victor afirma que “Bolsonaro (o) indicou”.

Nagem vai substituir Regina de Luca, indicada pelo ex-presidente da Petrobras Pedro Parente. O salário dele na empresa passará de R$ 15 mil mensais para mais de R$ 50 mil.

Experiência
Em nota, a Petrobras confirmou a indicação e afirmou que o nome de Nagem ainda “será submetido aos procedimentos internos de governança corporativa”. Segundo a estatal, ele é graduado em Administração pela Escola Naval e há seis anos atua na área de Segurança Corporativa da Petrobras. A empresa afirma ainda que o indicado possui mestrado em Administração pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e tem dez anos de experiência como professor no ensino superior.

Ontem, às 23h, Bolsonaro divulgou no Twitter a indicação. “A seguir, o currículo do novo gerente executivo de Inteligência e Segurança da Petrobrás, mesmo que muitos não gostem, estamos no caminho certo”, escreveu no post.

Ver imagem no Twitter

 

Compartilhe
Previous Bolsonaro se reúne com chanceler e com futuro presidente da Apex
Next PGR defende que Temer, Padilha e Moreira sejam investigados juntos

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Mestre Didi será homenageado hoje na Assembleia Legislativa da Bahia

A Assembleia Legislativa da Bahia realiza nesta segunda-feira(06), um Sessão Especial em homenagem ao centenário de Deoscóredes Maximiliano dos Santos, mais conhecido como Mestre Didi. A Sessão especial foi proposta

Política

Temer pede que Fachin reveja desmembramento do ‘quadrilhão’

A defesa do presidente Michel Temer pediu ao ministro Edson Fachin, relator dos casos ligados à Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), que “reconsidere” o despacho em que

Política

Para enfraquecer Renan, senadores querem votação aberta

Em meio à queda de braço que o Senado vive a dois meses das eleições para a presidência, um grupo de senadores quer convencer o presidente, Eunício Oliveira (MDB), a