Safra de grãos de 2019 deve ser 3,1% maior que a de 2018, diz IBGE

Safra de grãos de 2019 deve ser 3,1% maior que a de 2018, diz IBGE

A safra de cereais, leguminosas e oleaginosas deste ano deve ser 3,1% maior do que a produção de 2018. A estimativa é do terceiro prognóstico para a safra de 2019, divulgado hoje (10), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que prevê uma produção de 223,4 milhões de toneladas.

A safra de 2018 ainda não foi calculada, mas a última previsão do IBGE, feita em dezembro, indica que o ano fecharia com uma produção de 226,5 milhões de toneladas, 5,9% inferior ao total de 2017.

Segundo o IBGE, para este ano são esperados crescimentos para a soja (0,8%), as duas safras de milho (2,6% para a primeira safra e 11,1% para a segunda safra), para a segunda e a terceira safras do feijão (6,2% e 2,4%, respectivamente) e para o algodão herbáceo (6,6%).

No entanto, devem ter queda as produções de arroz (-4,8%), feijão primeira safra (-10,8%), trigo (-3,9%) e sorgo (-0,7%).

A alta de 2019 deve ser puxada principalmente pela Região Sul, cuja produção deve crescer 5%, passando de 74,5 milhões de toneladas para 78,2 milhões. Principal centro produtor de grãos do país, o Centro-Oeste tem um crescimento previsto de 2,8%, passando de 101 milhões de toneladas para 103,8 milhões.

Compartilhe
Previous Inflação do aluguel é de 0,03% na primeira prévia de janeiro
Next Procurador Eduardo Fortunato Bim é nomeado presidente do Ibama

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Transexuais têm até 9 de maio para incluir nome social no título de eleitor

Os eleitores transexuais e travestis têm até a próxima terça-feira, dia 9 de maio, para solicitarem a inclusão de seu nome social no título de eleitor e no caderno de

Notícias

Alckmin ataca Bolsonaro e Haddad e fala que ‘campanha tende a se acirrar’

Após um breve corpo a corpo no Centro Histórico de Salvador, no final da tarde desta sexta-feira, 21, o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, participou de um comício e atacou

Notícias

Tinder do voto: plataforma para escolher deputado teve 90 mil acessos

Projeto conhecido como “Tinder do voto”, onde eleitores têm a oportunidade de dar “match” com políticos cujas propostas concordam, a plataforma Voz Ativa já recebeu 90 mil acessos em 26